Terça-feira, 14 de Abril de 2009

* A vida que levamos *

 

A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando se vê já é sexta-feira!
Quando se vê, já é Natal...
Quando se vê o ano terminou...
Quando se vê, passaram 50 anos!

Agora é tarde demais para ser reprovado...
Se me fosse dado, um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas...
Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo...

Dessa forma, eu digo: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá, será a desse tempo que infelizmente nunca mais voltará

 

[ Desconheço o autor ]

publicado por ஜॐ♥ஜ___Estrelinh@___ஜॐ♥ஜ às 23:00
link do post | comentar | favorito
:
De M.Luísa Adães a 16 de Abril de 2009 às 10:35
Estrelinha

Não sei o autor, mas sei que recebi o poema num
email da Net, daí a minha lembrança.

Mas eu gostei tanto que reconheci as palavras.
Soubeste escolher!

beijos,

Maria Luísa
De ஜॐ♥ஜ___Estrelinh@___ஜॐ♥ஜ a 16 de Abril de 2009 às 12:37
Mª Luísa,

realmente tenho pena de não saber quem é o autor, dar-lhe-ia a autoria do poema, assim ficará com autor desconhecido, paciência.

Obrigado por teres gostado...

Beijito amiga.

Comentar post



Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28

links

posts recentes

Não é um conto de fadas

Além da Terra, além do Cé...

Porque chora uma mulher?!

*Andei Léguas de Sombra *

*Happy new year*

*Natal*

*Parabens minha jóia*

*Fernando Pessoa*

*Sejamos*

*Choro de uma mulher*

arquivos