De Fisga a 15 de Abril de 2009 às 12:09
OLÁ MINHA QUERIDA AMIGA ESTRELINHA. EU TAMBÉM NÃO CONHEÇO O AUTOR, MAS QUE O POEMA É LINDO, ISSO NÃO SE PODE NEGAR. EU ADICIONEI-O AOS MEUS FAVORITOS, SERÁ UM TESTEMUNHO NO FUTURO DO QUE FOI O PASSADO E O QUE É AINDA O PRESENTE, OU SEJA QUE O DEVER QUE SE TRAZ PARA CASA E QUE NORMALMENTE É DA MULHER, QUE SEJA CADA VEZ MAIS DOS DOIS, PARA MIM JÁ HÁ MUITO QUE É DOS DOIS, MESMO NÃO SENDO MERECIDO, SEMPRE FIZ QUESTÃO DE AJUDAR, SEJA NA RUA OU EM CASA.
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.