Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2009

* A Pedra da Felicidade *

 

Conta a história que  uma fada perdeu pelo caminho

uma pedra encantada, a Pedra da Felicidade.

 

Apressada como estava, resolveu seguir o seu caminho

e mais tarde através da sua magia, descobriu que a

Pedra havia sido encontrada por um rapaz muito

pobre que a tinha levado para casa.

 

Ao ver a casa do rapaz, a fada achou que

a Pedra da Felicidade poderia ficar com o rapaz

visto a sua condição ser muito humilde.

 

 Então nessa noite ela apareceu no sonho do rapaz

e explicou-lhe que aquela pedra que ele tinha encontrado

era a Pedra da Felicidade e que ele poderia pedir

três desejos para pessoas que realmente necessitassem.

 

 Ao acordar, o rapaz lembrou-se do sonho

e ficou extremamente irritado...:

 

 - Como pode ser isso? Eu encontro a Pedra da Felicidade

e tenho que passar os desejos para os outros...

não meu Deus... não é possível...

 

 Irritado pegou na pedra e esfregou

fazendo os pedidos de dinheiro e riqueza,

e nada...

 

 Mais nervoso pegou na Pedra e atirou-a

para uma gaveta...

 

 Os anos passaram... passaram e encontramos

o nosso jovem de outrora, transformado num senhor

idoso, a morar num casebre miserável...

 

 Não se tinha casado porque a sua rabugice afugentou

as pretendentes, tinha pouquíssimos amigos,

por causa da sua mesquinhez.

 

 Então uma noite lembrou-se da Pedra da Felicidade

e encontrou-a arrumada na gaveta...

 

 Pensou que, já que estava no fim da vida poderia

pelo menos ajudar alguém... e saiu pela vila...

 

 Logo na entrada da vila encontrou uma família

miserável pedindo esmola pelas ruas... ficou chocado

ao ver as crianças descalças e cheias de fome...

chamou a senhora que os acompanhava e disse:

 

 - Quero te dar uma fortuna para que nunca

mais sofras de miséria.

Esfregando a Pedra, a senhora recebeu ouro

suficiente para levar uma vida de rainha...

 

 Sem saber como agradecer,

 senhora partiu para comprar uma casa e

finalmente dar conforto aos filhos...

 

 Logo à frente, o nosso velhinho encontra uma mulher

a chorar e pergunta o que se estava a passar.

 

 Ela responde que o seu único filho estava a morrer

de uma doença incurável...

 

 Então, ele pede para a mulher segurar na Pedra

e pedir saúde para o filho...

em poucos minutos o menino aparece

à porta milagrosamente curado...

 

 A mulher nem sabia como agradecer o milagre...

 

 Mas ele continuou a sua caminhada e encontrou

um orfanato miserável e entrou para

ver se podia ajudar...

 

 Imediatamente esfregou a Pedra da Felicidade

e o velho orfanato transformou-se

numa linda casa...

 

 Os quartos ganharam camas novas,

as crianças brinquedos, roupas e

tudo foi inundado de felicidade...

 

 As crianças cercaram-no, cantando para ele,

deram-lhe beijos e pela primeira vez em muitos anos...

Ele chorou de felicidade...

 

 Ao sair para a rua, a fada que lhe tinha aparecido

no sonho há tantos anos atrás, aparece e pergunta:

 

 - Cumpriste o combinado, deste felicidade a

três pessoas e agora tens direito a um desejo também!

 

 Porque não a usaste antes?

 

 - Por causa do meu egoísmo, perdi a oportunidade

de fazer tantas pessoas felizes e até de

melhorar a minha vida...

O meu desejo neste momento

é que eu possa esquecer todos esses anos,

para tentar ao menos ser um pouco feliz...

 

 

 

  

 

 

E assim penso:

 

Quantas pessoas perdem a oportunidade de

encontrarem a felicidade todos os dias,

por não prestarem atenção ao próximo,

por se preocuparem apenas com os seus problemas...

 

Há às vezes maior prazer em dar

do que em receber...

 

Então; busque, tente, ouse, invente, experimente,

arrisque, realize, tenha coragem, acredite,

tenha fé e jamais deixe de "sonhar" e de "desejar"!

 

Só assim, poderá realizar!!!

                                                                   

 

 

 

publicado por ஜॐ♥ஜ___Estrelinh@___ஜॐ♥ஜ às 20:15
link do post | comentar | favorito
:
De ஜॐ♥ஜ___Estrelinh@___ஜॐ♥ஜ a 25 de Janeiro de 2009 às 11:43
Bom dia amiguinho Eduardo, fico contente que este meu post te tenham feito sentir ttas emoções , tal como recordações já tão longínquas , fico tb mto mto contente que o tenhas levado para junto dos teus favoritos, obrigado amigo, por esse exemplo de vida que és TU...
Beijito de carinho com desejo que tenhas um bom Domingo.
De Fisga a 26 de Janeiro de 2009 às 11:42
Olá Amiga estrelinha. Sabes Amiga? Eu dou um valor especial a estas coisas, porque fui criado no meio delas, e vejo que se as crianças de hoje fossem criadas na pacatez do antigamente, que tinham certamente como balizas outros valores que elas assim não tem. Eu sei que eram tempos estupidificadores , mas pelo menos havia alguns valores e hoje não há valores a servir de linhas orientadoras. e penso que um meio termo entre esses tempos e os para a frentex de hoje, seria mais frutífero. Eu penso muito, talvez pela minha idade, em todas as crianças que amanhã feitas homens e mulheres vão ser os futuros governantes deste pais. Eu não as culpo, antes pelo contrário, mas se as pessoas fazem os tempos, também os tempos fazem as pessoas. E a nossa educação escolar está pelas ruas da amargura e tudo aponta para um tempo cada vez pior. Um beijinho amiga deste amigo Eduardo.

Comentar post



Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28

links

posts recentes

Não é um conto de fadas

Além da Terra, além do Cé...

Porque chora uma mulher?!

*Andei Léguas de Sombra *

*Happy new year*

*Natal*

*Parabens minha jóia*

*Fernando Pessoa*

*Sejamos*

*Choro de uma mulher*

arquivos